FEVEREIRO 2019

 Apresentação e saudação

A Obra Nacional da Pastoral do Turismo (ONPT) inicia, com este primeiro número, uma publicação regular da sua newsletter, cujos objetivos essenciais são a comunicação e a partilha entre as dioceses, no que toca à pastoral do turismo. Bem como igual partilha com os demais parceiros interessados nesta área da ação pastoral. A sua publicação terá uma periodicidade bimestral. É nossa convicção que a partilha das diversas ações diocesanas e um eventual trabalho em rede, pelo menos nalgumas ações, potenciam este serviço pastoral. Assim, queremos oferecer este instrumento às dioceses, para que possam utilizá-lo em ordem à divulgação e promoção das suas atividades, gerando ainda mais sinergias entre as várias dioceses portuguesas. Desejamos que esta newsletter contribua para o desenvolvimento da pastoral do turismo, em Portugal, e para o reforço da comunicação entre todas as partes.

   Saudamos, assim, cada um dos serviços diocesanos – Secretariados ou Comissões Diocesanas de Pastoral do Turismo, Secretariados da Mobilidade Humana ou das Migrações e Turismo -, reafirmando que este espaço é vosso, podendo fazer-nos chegar a informação que entenderdes pertinente para publicar em cada newsletter. O endereço de email a utilizar é: info@pastoraldoturismo.pt

Saudações fraternas.

Pe. Carlos Godinho
Diretor da ONPT

Algarve

No ano de 2018, o Serviço Diocesano de Pastoral do Turismo do Algarve levou a cabo uma ação de formação para agentes paroquiais de pastoral do turismo, com uma representação de 14 comunidades paroquiais. De entre as várias temáticas abordadas, foi dada especial importância ao acolhimento, tendo referido o Pe. Miguel Neto, diretor do serviço diocesano, que o objetivo é criar equipas diocesanas de acolhimento. Salientando que cada agente pastoral, responsável por esse acolhimento, «é a cara da paróquia, a cara da Igreja na Diocese do Algarve». Estas equipas de acolhimento visam atender os múltiplos visitantes que procuram o Algarve – estrangeiros e nacionais. Consciente da importância desta ação prioritária da pastoral do turismo, o serviço diocesano vai continuar este trabalho de constituição das equipas de acolhimento, em cada paróquia.

Ver notícia em: https://folhadodomingo.pt/tag/pastoral-do-turismo/

Braga

CANDIDATURA DO BOM JESUS À UNESCO 
A Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) quer reforçar a promoção em torno do Santuário do Bom Jesus, em Braga, como destino de Turismo Religioso de excelência. A garantia foi dada por Luís Pedro Martins, Presidente da TPNP, durante uma visita, na segunda-feira, dia 18 de fevereiro, às obras de conservação e restauro da Basílica. Recorde-se que o Santuário do Bom Jesus tem em curso uma candidatura do Santuário a Património Mundial da Humanidade da UNESCO. Recordando, ainda, que “estamos a falar de um local que recebeu cerca de 1,1 milhão de visitantes em 2018”. Luís Pedro Martins realçou também “o trabalho notável que está a ser feito na valorização do património”. “Estão a ser criadas condições para permitir que as próximas gerações continuem a visitar este santuário”, frisou.

 

Bragança-Miranda

A Pastoral do Turismo da Diocese de Bragança-Miranda, de entre as suas diversas atividades, disponibiliza uma visita virtual, a 360º, aos templos da Diocese. A visita pode ser feita através do link de acesso:  http://www.ptbm.pt/3ds/flash/IGREJAS_Tour%20Igrejas%2070.html

Nota: demora alguns segundos a carregar.

Coimbra

Por decreto do Bispo da Diocese, datado de 10 de janeiro de 2019, foi criada a Comissão Diocesana de Pastoral do Turismo, e homologada a equipa diocesana, constituída por um sacerdote e quatro leigos. Esta equipa diocesana, que já havia reunido antes da sua homologação, está agora a organizar o seu serviço diocesano e a elaborar um documento base que sirva de orientação para a pastoral do turismo na diocese. O documento visa responder a três questões essenciais: quem somos (a identidade religiosa da Diocese de Coimbra), quem nos visita (identificação dos principais visitantes da Região Centro, em que se insere a diocese de Coimbra), e quais os principais interesses de quem nos visita (identificação de objetivos turísticos). Com base neste estudo, que está já em fase de conclusão, a Comissão Diocesana pretende fazer um fórum com os principais parceiros locais, da área do turismo, no sentido de definir um programa assertivo de ação pastoral.

Lamego

A Pastoral do Turismo está ainda a dar os primeiros passos na Diocese. O Sr. Bispo nomeou um responsável por este departamento, que é o P. José Ferreira, Pároco da Sé de Lamego. Este responsável está, agora, a constituir uma equipa de trabalho. A prioridade será a de facilitar o acesso, numa página de internet própria ou da diocese, aos horários de abertura e de culto dos principais locais de peregrinação, como os santuários, e das igrejas com maior relevância histórica e patrimonial. No ano pastoral em curso, vai apoiar uma peregrinação de acólitos a Roma e outra a Santiago de Compostela.

Lisboa

A sessão de encerramento do curso de Formação Avançada em Turismo e Património Religioso, uma iniciativa conjunta da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa e do Turismo do Patriarcado de Lisboa, que, este ano contou com a participação de 10 alunos, foi realizada no dia 26 de fevereiro. A conferência de encerramento teve lugar no edifício da biblioteca da Universidade Católica e contou com a participação da artista Emília Nadal.

A candidatura à Linha de apoio ao turismo acessível do Turismo de Portugal foi aprovada. Durante este mês de Fevereiro inicia-se a implementação do projeto que visa a adaptação física de quatro igrejas do centro de Lisboa a pessoas com necessidades especiais, temporárias ou permanentes, de modo a garantir um acolhimento inclusivo a todos os turistas.

Para mais informações visite o site: http://www.quovadislisboa.com

PORTAL CAMINHOS DA FÉ

Está já disponível online o Portal Caminhos da Fé, da responsabilidade do Turismo de Portugal. Esta plataforma, constituída essencialmente por três segmentos de conteúdos – Caminhos de Fátima, Caminhos de Santiago e Herança Judaica – constitui-se como um belíssimo instrumento de promoção do turismo religioso. O Turismo de Portugal quis inserir, ainda, na plataforma, um item denominado Altares Marianos. Com uma lista inicial de mais de cinquenta Santuários Marianos, que percorre todo o território nacional, são propostos conteúdos que permitem a preparação de uma visita local muito mais enriquecedora, acompanhados ainda de informação turística muito útil. A Obra Nacional da Pastoral do Turismo colaborou na elaboração destes conteúdos, validando e completando alguma informação, num trabalho de cooperação com o Turismo de Portugal, que se espera possa prosseguir em atividades futuras.

A Plataforma está disponível em: http://www.pathsoffaith.com

CAMINHOS DE SANTIAGO

O Governo aprovou, no passado dia 7 de fevereiro, um diploma para a certificação e valorização dos Caminhos de Santiago, em Portugal. Como refere a Secretaria de Estado do Turismo, citada pela Publituris, «com este diploma, criam-se as condições para o reconhecimento internacional e integração do caminho português no conjunto dos caminhos oficiais de Santiago». Atualmente, o Caminho Português é o segundo mais percorrido para chegar a Santiago de Compostela.

  A referida certificação será agora assegurada pela Comissão Executiva do Caminho de Santiago, um órgão que integra elementos da Direção Geral do Património Cultural e do Turismo de Portugal.

Ver mais em: http://www.publituris.pt

Vai decorrer de 13 a 17 de Março, na FIL – Centro de Exposições e Congressos de Lisboa – a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). Este evento, que reúne os mais diversos operadores internacionais, tem vindo a constituir-se, como refere a AIP, o principal ponto de encontro dos profissionais do turismo.

A Obra Nacional da Pastoral do Turismo, que já participou em edições anteriores com expositor próprio, voltará a privilegiar o contacto direto com os operadores, divulgando a sua ação através do seu folheto de apresentação.

Para consultar mais informação sobre a BTL, vide: http://www.btl.fil.pt

O Mosteiro dos Jerónimos é uma referência cultural e espiritual incontornável da nossa identidade portuguesa. Mandado construir por D. Manuel I, em 1496, perpetuando assim a memória de Infante D. Henrique, que ali havia construído, em meados do séc. XV, uma igreja sob a invocação de Santa Maria de Belém, este Mosteiro, edificado perto da cidade de Lisboa e bem junto ao rio Tejo, foi doado aos monges de S. Jerónimo, de quem vai tomar o nome, passando a ser conhecido como Mosteiro dos Jerónimos. Declarado Monumento Nacional em 1907, a UNESCO viria a classificá-lo como Património Cultural da Humanidade, em 1983.

A visitar em: http://www.mosteirojeronimos.gov.pt